Brotoeja: o que é, sintomas, causas e tratamento

A brotoeja, também conhecida como miliária ou rash de calor, é uma condição de pele comum que afeta pessoas de todas as idades, especialmente durante os meses mais quentes do ano. Embora seja frequentemente associada a bebês, a brotoeja pode ocorrer em adultos também. Neste artigo, exploraremos em detalhes o que é a brotoeja, seus sintomas, causas e as opções de tratamento disponíveis.

O Que é Brotoeja?

A brotoeja é uma erupção cutânea que ocorre devido à obstrução dos ductos das glândulas sudoríparas. Essas glândulas são responsáveis por regular a temperatura corporal, produzindo suor que é liberado na superfície da pele, ajudando a resfriar o corpo. Quando os ductos das glândulas sudoríparas ficam obstruídos, o suor fica retido sob a pele, causando irritação e erupção cutânea. Isso é particularmente comum em áreas onde o suor fica preso, como pregas da pele e áreas de atrito.

Sintomas da Brotoeja

Os sintomas da brotoeja podem variar de leves a mais graves, dependendo da profundidade da obstrução dos ductos das glândulas sudoríparas. Os sintomas comuns incluem:

  1. Pequenas saliências vermelhas: A brotoeja geralmente se manifesta como pequenas saliências vermelhas na pele. Essas saliências podem ser acompanhadas de coceira ou sensação de queimação.
  2. Prurido: A coceira é um sintoma comum da brotoeja. A sensação de coceira pode variar de leve a intensa e pode ser agravada pelo calor e pelo suor.
  3. Sensação de queimação: Algumas pessoas relatam uma sensação de queimação na área afetada pela brotoeja.
  4. Pequenas bolhas: Em casos mais graves de brotoeja, podem se formar pequenas bolhas na pele. Essas bolhas podem conter líquido claro.
  5. Desconforto: A brotoeja geralmente causa desconforto devido à coceira e à sensação de queimação. Em bebês e crianças, pode causar irritabilidade devido ao desconforto.
  6. Piora com calor: Os sintomas da brotoeja tendem a piorar em condições quentes e úmidas, quando a produção de suor é mais intensa.

É importante notar que a brotoeja geralmente não é uma condição grave e, na maioria dos casos, desaparece por conta própria. No entanto, em casos graves ou persistentes, pode ser necessário procurar tratamento médico.

Causas da Brotoeja

A brotoeja é causada pela obstrução dos ductos das glândulas sudoríparas. Essa obstrução pode ocorrer por várias razões:

  1. Calor e Umidade: Condições quentes e úmidas aumentam a produção de suor, o que pode sobrecarregar as glândulas sudoríparas e levar à obstrução dos ductos.
  2. Uso de Roupas Apertadas: Roupas apertadas podem restringir a evaporação do suor e aumentar a probabilidade de obstrução dos ductos das glândulas sudoríparas.
  3. Atividade Física Intensa: A prática de exercícios intensos em clima quente pode aumentar a produção de suor e, consequentemente, o risco de brotoeja.
  4. Produtos de Cuidados com a Pele: Certos produtos de cuidados com a pele, como cremes espessos ou óleos, podem obstruir os poros e contribuir para o desenvolvimento da brotoeja.
  5. Fricção da Pele: A fricção constante da pele, como a causada por roupas apertadas ou caminhar por longos períodos em clima quente, pode irritar a pele e aumentar o risco de brotoeja.

Tipos de Brotoeja

Existem três tipos principais de brotoeja, com base na profundidade em que os ductos das glândulas sudoríparas estão obstruídos:

  1. Miliária Crystallina: Este é o tipo mais superficial de brotoeja. É caracterizado por pequenas bolhas claras e salientes na superfície da pele. Essas bolhas geralmente não causam coceira ou desconforto e tendem a se romper facilmente.
  2. Miliária Rubra: A miliária rubra é um tipo mais profundo de brotoeja. Ela se manifesta como pequenas saliências vermelhas na pele, frequentemente acompanhadas de coceira e sensação de queimação. Esse tipo de brotoeja é mais comum em adultos.
  3. Miliária Profunda: A miliária profunda é o tipo mais grave de brotoeja. Ela ocorre quando as glândulas sudoríparas mais profundas ficam obstruídas. Isso pode resultar em lesões mais profundas na pele, semelhantes a furúnculos. A miliária profunda pode ser mais dolorosa e requer atenção médica.

Diagnóstico da Brotoeja

O diagnóstico da brotoeja geralmente é feito com base nos sintomas e na aparência da erupção cutânea. Em muitos casos, não são necessários exames adicionais. No entanto, em casos de brotoeja persistente ou grave, um médico pode realizar uma avaliação mais detalhada para descartar outras condições de pele.

Tratamento da Brotoeja

A maioria dos casos de brotoeja é leve e desaparece por conta própria em poucos dias ou semanas. No entanto, existem algumas medidas que podem ajudar a aliviar os sintomas e acelerar a recuperação:

  1. Manter a Pele Limpa e Seca: Manter a pele limpa e seca é fundamental para prevenir a piora da brotoeja. Tome banhos regulares para remover o suor e use roupas leves e respiráveis.
  2. Evitar o Calor Excessivo: Evite atividades que causem superaque

cimento e sudorese excessiva. Mantenha-se em locais frescos e arejados sempre que possível.

  1. Hidratação Adequada: Beba bastante água para manter-se hidratado, o que pode ajudar a regular a produção de suor.
  2. Evitar Roupas Apertadas: Use roupas soltas e confortáveis para evitar a irritação da pele e permitir que o suor evapore.
  3. Produtos de Alívio: Para aliviar a coceira e a sensação de queimação, você pode usar produtos de cuidados com a pele, como loções calmantes ou cremes à base de calamina.
  4. Medicamentos Orais: Em casos mais graves de coceira, um médico pode prescrever medicamentos orais para aliviar os sintomas.

Quando Procurar Ajuda Médica

Na maioria dos casos, a brotoeja é uma condição leve e autolimitada que não requer tratamento médico. No entanto, você deve procurar ajuda médica se:

  • Os sintomas piorarem ou não melhorarem após algumas semanas.
  • A erupção cutânea se espalhar para outras áreas do corpo.
  • As bolhas se tornarem dolorosas ou infectadas.
  • Você sentir febre, mal-estar ou outros sintomas incomuns.

Prevenção da Brotoeja

A prevenção da brotoeja envolve principalmente a adoção de medidas para evitar a obstrução dos ductos das glândulas sudoríparas:

  1. Vista-se Adequadamente: Use roupas leves e soltas, feitas de materiais respiráveis, para permitir a evaporação do suor.
  2. Evite Excesso de Calor: Evite exposição prolongada ao calor intenso e evite atividades físicas extenuantes em climas quentes.
  3. Mantenha a Pele Limpa: Tome banhos regulares para remover o suor e as impurezas da pele.
  4. Hidrate-se: Beba bastante água para manter-se hidratado e ajudar a regular a produção de suor.
  5. Use Produtos de Cuidados com a Pele Adequados: Opte por produtos de cuidados com a pele leves e não comedogênicos, que não obstruam os poros.

Conclusão

A brotoeja é uma condição de pele comum causada pela obstrução dos ductos das glândulas sudoríparas, resultando em erupções cutâneas, coceira e desconforto. Embora seja mais comum em bebês, pode afetar pessoas de todas as idades. A prevenção envolve medidas simples, como manter-se fresco, usar roupas adequadas e manter a pele limpa e seca. Na maioria dos casos, a brotoeja resolve-se por si só, mas em casos graves ou persistentes, é aconselhável procurar orientação médica para garantir um diagnóstico correto e tratamento apropriado.

Know More

Perguntas frequentes erupção cutânea?

O que é erupção cutânea/brotoeja?

A erupção cutânea, também conhecida como calor espinhoso, é uma condição da pele causada pelo suor retido na pele. É mais comum durante o tempo quente e úmido. Pode afetar qualquer pessoa de qualquer idade, mas é mais comum em crianças pequenas e recém-nascidos.

Quais são os sintomas da brotoeja?

O sintoma mais comum de erupção cutânea é uma erupção cutânea vermelha ou rosa composta por pequenas protuberâncias. Pode sentir coceira, formigamento ou causar uma sensação de queimação. Outros possíveis sintomas incluem febre, gânglios linfáticos inchados, calafrios e fadiga.

Quais são as causas da brotoeja?

A erupção cutânea ocorre quando o suor fica preso em sua pele, geralmente devido ao uso de roupas muito apertadas ou pesadas ou ao passar muito tempo em condições quentes e úmidas. Outras causas possíveis incluem fricção na pele, alergias, medicamentos e certas condições médicas.

Qual é o tratamento para brotoejas causadas pelo calor?

O principal tratamento para brotoeja é a prevenção, evitando ambientes quentes e úmidos e usando roupas leves e largas. Se você desenvolver erupção cutânea, deve manter a área afetada limpa e seca e aplicar compressas frias. Você também pode usar cremes ou pomadas de venda livre para reduzir a inflamação e a coceira. Se os seus sintomas persistirem ou piorarem, você deve consultar o seu médico.

Há alguma complicação associada à brotoeja?

Em alguns casos, a erupção cutânea pode ser infectada se as bactérias entrarem nas bolhas ou lesões abertas. Isso pode levar a uma infecção que pode exigir antibióticos para tratar. Em casos raros, a erupção cutânea pode ser um sinal de uma condição subjacente, como diabetes ou distúrbio imunológico. Se você tiver erupções cutâneas persistentes ou graves, é importante procurar atendimento médico.

A evidência científica é caracterizada pela sua natureza empírica, apoiando-se em observações e dados mensuráveis ​​para apoiar ou refutar hipóteses. O método científico, uma abordagem sistemática de investigação, orienta os pesquisadores na formulação de questões, na condução de experimentos e na obtenção de conclusões. Esta metodologia garante que os resultados sejam repetíveis, verificáveis ​​e sujeitos a revisão pelos pares, promovendo a transparência e a fiabilidade.

1 comentário em “Brotoeja: o que é, sintomas, causas e tratamento”

Os comentários estão encerrado.