Flibanserin:O que é, Para que serve e como usar

Flibanserin, comumente conhecido como a ‘pílula rosa’, é um medicamento aprovado pela FDA projetado para tratar mulheres na pré-menopausa que sofrem de Transtorno do Desejo Sexual Hipoativo (HSDD). Embora seu uso ainda seja relativamente novo, descobriu-se que é eficaz para muitas mulheres. Nesta postagem do blog, discutiremos para que o flibanserin é usado, seus possíveis efeitos colaterais e como usá-lo com segurança e eficácia.

O que é Flibanserin?

Flibanserin é um medicamento usado para tratar mulheres na pré-menopausa com transtorno do desejo sexual hipoativo (HSDD). É o primeiro e único tratamento aprovado pela FDA para esta condição, que afeta até 1 em cada 10 mulheres. Funciona aumentando os níveis de dopamina e norepinefrina no cérebro, dois neurotransmissores associados ao desejo sexual. Flibanserin demonstrou melhorar o desejo sexual, reduzir o sofrimento relacionado ao baixo desejo sexual e aumentar a satisfação sexual. É tomado uma vez ao dia, ao deitar.
Flibanserin foi desenvolvido pela empresa farmacêutica Sprout Pharmaceuticals e aprovado pelo FDA em 2015. Desde então, foi prescrito para milhares de mulheres nos Estados Unidos. Embora tenha se mostrado eficaz, é importante observar que não funciona para todos e só deve ser tomado sob a supervisão de um profissional de saúde.

Quais são os benefícios do Flibanserin?

Flibanserin, também conhecido como Addyi, é um medicamento de prescrição para mulheres usado para tratar mulheres na pré-menopausa com transtorno de desejo sexual hipoativo (HSDD). Foi comprovado que aumenta o desejo e a satisfação sexual em muitas mulheres. Funciona alterando os níveis de certas substâncias químicas cerebrais chamadas neurotransmissores, responsáveis ​​por regular o humor e as emoções.
O principal benefício do Flibanserin é o aumento do desejo sexual. Estudos demonstraram que tomar Flibanserin pode levar a um aumento no desejo sexual, excitação e satisfação. Também demonstrou reduzir a ansiedade e o estresse relacionados às atividades sexuais, facilitando o envolvimento na atividade sexual.
Além de aumentar a libido, o Flibanserin também pode ajudar a melhorar os relacionamentos em geral. Muitas mulheres que tomam Flibanserin relatam melhora na comunicação e intimidade em seus relacionamentos. Isso pode levar a uma maior conexão, confiança e satisfação.

Flibanserin
Flibanserin


Finalmente, Flibanserin pode ajudar a reduzir os sintomas do transtorno disfórico pré-menstrual (PMDD). As mulheres com TDPM geralmente experimentam sentimentos de depressão e ansiedade durante os dias que antecedem a menstruação. Flibanserin demonstrou reduzir esses sintomas e tornar mais fácil para as mulheres lidar com sua condição.
No geral, o Flibanserin provou ser um tratamento eficaz para o transtorno do desejo sexual hipoativo e outras condições. Pode ajudar a aumentar o desejo sexual, excitação, satisfação e comunicação nos relacionamentos. Também pode ajudar a reduzir a ansiedade e o estresse relacionados às atividades sexuais, bem como os sintomas de PMDD.

Como tomar Flibanserin?

Flibanserin é um medicamento de prescrição usado para tratar mulheres na pré-menopausa com transtorno de desejo sexual hipoativo (HSDD). Só deve ser tomado quando prescrito pelo seu médico, e a dose recomendada é de 100 mg uma vez ao dia, ao deitar ou com uma refeição. Você não deve tomar mais de uma dose de Flibanserin em 24 horas.
É importante conversar com seu médico antes de começar a tomar Flibanserin, pois algumas condições médicas e medicamentos podem interagir com o medicamento. Seu médico também pode ajudá-lo a decidir se Flibanserin é o tratamento certo para você.
É importante tomar Flibanserin exatamente como indicado pelo seu médico. Certifique-se de conversar com seu médico se tiver dúvidas ou preocupações sobre como tomar este medicamento. Pode levar até 8 semanas para que todos os efeitos do Flibanserin sejam sentidos, então seja paciente e siga as instruções do seu médico.

Flibanserin genérico preço

Flibanserina 100mg 30 Cáps – Flibanserina 100mg 30 Cáps

R$ 299,90ou 6x de R$ 49,98

Quem não deve tomar Flibanserin?

Flibanserin não é recomendado para todos. Aqueles que têm certas condições médicas ou estão tomando certos medicamentos não devem tomar Flibanserin, pois pode levar a interações perigosas.
Aqueles com qualquer uma das seguintes condições não devem tomar Flibanserin:

  • Insuficiência renal ou hepática grave
  • Pressão arterial baixa ou alta
  • Distúrbios hemorrágicos
  • Histórico de derrame ou ataque cardíaco
  • Arritmia cardíaca
  • História recente de depressão ou pensamentos suicidas
  • Mulheres grávidas ou amamentando
    Além disso, aqueles que estão tomando certos medicamentos não devem tomar Flibanserin, incluindo:
  • Inibidores da monoamina oxidase (MAOIs)
  • Narcóticos e opiáceos
  • Diluentes de sangue
  • Medicamentos anticonvulsivantes
  • Terapias de reposição hormonal
    Se você tiver alguma das condições listadas acima ou se estiver tomando algum dos medicamentos listados, fale com seu médico antes de tomar Flibanserin. Além disso, se você tiver quaisquer outros sintomas ou se sua condição mudar enquanto estiver tomando Flibanserin, converse com seu médico.

Há algum efeito colateral?

Quando se trata de tomar Flibanserin, existem alguns efeitos colaterais dos quais você deve estar ciente. Os efeitos colaterais mais comuns incluem sonolência, náusea, tontura, boca seca e fadiga. Você também pode experimentar um aumento na pressão arterial ou alterações no apetite. Além disso, algumas pessoas podem experimentar um aumento na ansiedade ou depressão.
É importante conversar com seu médico sobre quaisquer efeitos colaterais que você experimentar enquanto estiver tomando Flibanserin. O seu médico pode aconselhá-lo sobre como gerir quaisquer efeitos secundários potenciais. Além disso, se sentir algum efeito colateral grave, como dificuldade para respirar ou dor no peito, procure ajuda médica imediatamente.
No geral, Flibanserin é geralmente bem tolerado quando tomado conforme prescrito. No entanto, é importante discutir os possíveis efeitos colaterais com seu médico antes de iniciar o tratamento. Ao estar ciente dos possíveis efeitos colaterais, você pode tomar medidas para gerenciá-los e garantir que seu tratamento seja bem-sucedido.

Know More

Perguntas Frequentes Flibanserin?

O que é Flibanserin?

Flibanserin é um medicamento usado para tratar mulheres na pré-menopausa que sofrem de Transtorno de Desejo Sexual Hipoativo (HSDD). É uma droga não hormonal que funciona alterando o equilíbrio dos neurotransmissores no cérebro.

Como funciona o Flibanserin?

Flibanserin funciona aumentando os níveis de dopamina e norepinefrina no cérebro, enquanto diminui os níveis de serotonina. Acredita-se que essa mudança na química do cérebro melhore o desejo sexual em mulheres na pré-menopausa.

Quais são os benefícios de tomar Flibanserin?

O principal benefício de tomar Flibanserin é aumentar o desejo sexual e melhorar a capacidade de desfrutar do sexo em mulheres na pré-menopausa. Além disso, algumas mulheres podem experimentar um aumento na satisfação com o sexo, melhor excitação e uma melhoria geral na qualidade de vida.

Com que frequência devo tomar Flibanserin?

Flibanserin deve ser tomado uma vez ao dia ao deitar.

Quais são os possíveis efeitos colaterais de tomar Flibanserin?

Os efeitos colaterais comuns do Flibanserin incluem sonolência, tontura, fadiga, náusea, boca seca e insônia.

Quem não deve tomar Flibanserin?

Flibanserin não deve ser tomado por quem tem doença hepática, histórico de depressão ou está tomando outros medicamentos. Também não é recomendado para menores de 18 anos.

Há mais alguma coisa que eu deva saber sobre o Flibanserin?

É importante falar com seu médico antes de tomar Flibanserin para garantir que é o tratamento certo para você. Além disso, pode levar até oito semanas para que todos os benefícios do Flibanserin sejam sentidos.

A evidência científica é caracterizada pela sua natureza empírica, apoiando-se em observações e dados mensuráveis ​​para apoiar ou refutar hipóteses. O método científico, uma abordagem sistemática de investigação, orienta os pesquisadores na formulação de questões, na condução de experimentos e na obtenção de conclusões. Esta metodologia garante que os resultados sejam repetíveis, verificáveis ​​e sujeitos a revisão pelos pares, promovendo a transparência e a fiabilidade.