Metástases: o que é, sintomas, como acontece e tratamento

As metástases são uma forma de câncer assustadora, mas infelizmente comum. Quando as células cancerígenas se desprendem do tumor original e se espalham para outras partes do corpo, elas podem formar um novo tumor. Este processo é conhecido como metástase. Embora as metástases possam ser uma condição com risco de vida, entender o que são, como acontecem e o que você pode fazer a respeito é importante para qualquer pessoa que tenha sido diagnosticada com câncer. Nesta postagem do blog, exploraremos o que são metástases, os sintomas que causam, como ocorrem e as opções de tratamento disponíveis.

Metástases Definidas

As metástases, comumente referidas como “doença metastática”, são uma forma de câncer que ocorre quando as células cancerígenas de um tumor primário se espalham e viajam para outras partes do corpo. Essas células estabelecem novos tumores em outros locais do corpo e podem ser compostas pelo mesmo ou por diferentes tipos de câncer do tumor primário. As metástases podem ser encontradas em qualquer órgão ou tecido, mas ocorrem mais comumente nos pulmões, fígado, ossos e cérebro. Quando um tumor metastatiza, pode reduzir significativamente a eficácia das opções de tratamento.
O processo de metástase é complicado e ainda um tanto misterioso para os profissionais médicos. As células cancerígenas devem primeiro se desprender de sua localização original, mover-se pela corrente sanguínea ou sistema linfático e, finalmente, aderir e crescer em outra parte do corpo. Uma vez que as metástases estão presentes, elas já avançaram além do ponto em que a cirurgia sozinha pode ser eficaz. Os tratamentos para cânceres metastáticos dependem do tipo de câncer primário, mas podem incluir quimioterapia, radiação, terapias direcionadas, imunoterapia, terapia hormonal e cirurgia.

Sintomas de Metástases

As metástases podem ser difíceis de detectar nos estágios iniciais, mas alguns dos sintomas mais comuns incluem fadiga, perda de peso, dor e inchaço. Dependendo da localização das células cancerígenas, outros sintomas podem aparecer, como tosse, falta de ar, icterícia, alterações nos hábitos intestinais ou urinários e sangramento incomum.
Como as metástases podem se espalhar para qualquer parte do corpo, é importante estar ciente de qualquer alteração em sua saúde que possa ser um sinal de algo mais sério. Se você tiver algum sintoma incomum que dure mais do que alguns dias, entre em contato com seu médico para uma avaliação mais detalhada. Um diagnóstico preciso é importante para desenvolver o melhor plano de tratamento para você.

Como se formam as metástases

As metástases, ou a disseminação de células cancerígenas de uma parte do corpo para outra, ocorrem quando as células cancerígenas se desprendem do tumor primário e viajam pela corrente sanguínea ou sistema linfático para outra área do corpo. A nova área é chamada de sítio metastático. As células cancerígenas podem então invadir outros tecidos e órgãos e formar novos tumores. O processo de metástase é complexo e envolve muitas etapas, incluindo invasão, intravasamento, transporte, extravasamento e colonização.
O processo de invasão começa quando as células cancerígenas ganham a capacidade de se desprender do tumor primário e entrar nos tecidos circundantes. Isso pode ocorrer se as células cancerígenas produzirem substâncias que dissolvem os tecidos próximos ou se desenvolverem estruturas que lhes permitam penetrar nos tecidos.
O processo de intravasamento ocorre quando as células cancerígenas entram em um vaso sanguíneo e são levadas pela corrente sanguínea. As células cancerígenas podem permanecer vivas dentro do vaso e começar a se dividir e se reproduzir.

Metástases


O processo de transporte ocorre quando as células cancerígenas são transportadas pela corrente sanguínea para um local distante no corpo. As células cancerígenas devem ser capazes de sobreviver na corrente sanguínea por um longo período de tempo para atingir um local metastático.
O processo de extravasamento ocorre quando as células cancerígenas saem de um vaso sanguíneo e entram no tecido circundante em um local distante. Esta etapa é frequentemente auxiliada por enzimas produzidas pelas células cancerígenas.
O processo de colonização ocorre quando as células cancerígenas começam a formar um novo tumor no local metastático. O tumor recém-formado pode continuar a crescer e se espalhar, levando a novas metástases.

Tratamento para Metástases

Quando se trata de tratar metástases, existem várias opções disponíveis, dependendo da localização e gravidade do câncer. Alguns dos tratamentos para metástases incluem cirurgia, radioterapia, quimioterapia, terapia hormonal, terapia direcionada e imunoterapia.
A cirurgia é frequentemente usada para remover células cancerígenas que se espalharam para outras áreas do corpo. É importante lembrar que a cirurgia pode não ser capaz de remover completamente todas as células cancerígenas e pode não ser uma opção se o câncer metastático tiver se espalhado demais.
A radioterapia é outra opção para o tratamento de metástases. Este tipo de tratamento funciona usando feixes de radiação de alta energia para matar as células cancerígenas. A radioterapia pode ser usada para encolher tumores e também pode ser usada em combinação com cirurgia ou quimioterapia.
A quimioterapia é uma forma comum de tratamento para metástases. Este tipo de tratamento envolve tomar medicamentos para matar as células cancerígenas. A quimioterapia pode ajudar a encolher os tumores e prevenir a formação de novos tumores.
A terapia hormonal é usada para bloquear os hormônios que podem estimular o crescimento de certos tipos de câncer. Este tipo de terapia é mais comumente usado para tratar o câncer de próstata que se espalhou para outras partes do corpo.
As terapias direcionadas são medicamentos que visam moléculas específicas envolvidas no crescimento e disseminação de células cancerígenas. Esses medicamentos podem ajudar a retardar o crescimento das células cancerígenas ou impedi-las de crescer completamente.
A imunoterapia é uma forma de tratamento que funciona estimulando o próprio sistema imunológico do corpo a combater o câncer. A imunoterapia geralmente é administrada em combinação com outros tratamentos, como quimioterapia ou terapias direcionadas.
É importante lembrar que nenhum tratamento único é adequado para todos os pacientes e diferentes tipos de tratamentos podem ser usados ​​em combinação entre si. Seu médico trabalhará com você para determinar o melhor curso de tratamento para sua situação particular.

Prevenção de Metástases

Quando se trata de prevenir metástases, a chave é a detecção precoce e o tratamento do câncer primário. Como o câncer metastático geralmente se espalha de um tumor primário em outra parte do corpo, é importante garantir que o câncer primário seja diagnosticado e tratado o mais rápido possível.
Os testes de rastreamento do câncer podem detectar o câncer antes que ele tenha a chance de se espalhar e se tornar metastático. O tipo de teste de triagem que você deve fazer dependerá de sua idade, sexo, histórico familiar e fatores de risco. Converse com seu médico sobre quais testes podem ser adequados para você.
Além dos exames de câncer, você também pode reduzir o risco de desenvolver metástases não fumando, fazendo exercícios regularmente, comendo uma dieta saudável e evitando o consumo excessivo de álcool. Também é importante usar protetor solar, evitar queimaduras solares e proteger-se de toxinas ambientais como o amianto.
Se você for diagnosticado com câncer, é importante trabalhar com sua equipe de saúde para desenvolver um plano de tratamento eficaz que pode incluir cirurgia, quimioterapia, radioterapia ou imunoterapia. Você também pode prevenir novas metástases tomando certos medicamentos, como terapia hormonal ou terapias direcionadas.
Seguindo essas medidas preventivas e mantendo-se atualizado com exames e tratamentos, você pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver metástases.

Know More

A evidência científica é caracterizada pela sua natureza empírica, apoiando-se em observações e dados mensuráveis ​​para apoiar ou refutar hipóteses. O método científico, uma abordagem sistemática de investigação, orienta os pesquisadores na formulação de questões, na condução de experimentos e na obtenção de conclusões. Esta metodologia garante que os resultados sejam repetíveis, verificáveis ​​e sujeitos a revisão pelos pares, promovendo a transparência e a fiabilidade.